A Páscoa é uma das épocas mais lucrativas para quem trabalha com a venda de doces e chocolates e por isso nós preparamos esse post, que traz algumas dicas bem interessantes para ajudar essas pessoas na organização das vendas dos ovos de Páscoa e chocolates em geral nessa data, principalmente se você for iniciante nesse negócio.

Escolha o seu canal de vendas

Determine qual meio você vai utilizar para divulgar o seu produto e se comunicar com os seus clientes e, se possível, escolha o mais descomplicado tanto para você entrar em contato com as pessoas, como o contrário. A internet é uma ótima ferramenta para isso e por meio das redes sociais, essa comunicação e até mesmo a divulgação dos seus ovos de Páscoa fica muito mais simples.

Pense no tamanho do cardápio

Às vezes, a gente acha que quanto mais opções oferecermos, melhor, mas na prática não é bem assim que funciona, não! Ter muita variedade no cardápio pode atrapalhar a produção dos seus ovos de Páscoa, aumentar o custo, dificultar o armazenamento e pode até confundir os seus clientes.

uma imagem sobre como vender ovos na páscoa

Tente focar em um cardápio que inclua as suas especialidades e seja sempre bem objetivo com o seu cliente, para que ele não fique confuso na hora de entender os sabores dos seus ovos de Páscoa. Determine duas ou três opções de sabores base, e vá acrescentando complementos ao ovo, de acordo com o gosto do cliente. Assim, você evita desperdícios de ingredientes sem deixar de oferecer o melhor chocolate!

Estabeleça uma data limite para receber encomendas

Não caia no erro de achar que você vai conseguir fazer ovos até a data da Páscoa. Para que você se organize melhor e consiga dar conta de todos os pedidos que receber, determine um prazo máximo para aceitar encomendas, de modo que você consiga fazer tudo antes do feriado e consiga entregar todos os ovos de Páscoa.

Além disso, com base na data escolhida como limite para receber encomendas, você poderá listar tudo o que foi encomendado e planejar a produção dos ovos da melhor maneira possível tanto para você, quanto para os seus clientes.

Tome cuidado com a validade e o armazenamento dos ovos

Caso você trabalhe com ovos de Páscoa comuns, o ideal é que eles sejam consumidos até um mês depois da data de fabricação, mas se você for produzir ovos recheados ou de colher, a validade é de apenas uma semana. Por isso, é importante que você se planeje de maneira bem organizada para não se complicar com as validades dos seus ovos. Lembre-se também de etiquetar o produto, para que o seu cliente saiba quando ele foi feito e até quando ele poderá ser consumido.

uma imagem sobre ovos de páscoa recheados

Quanto ao armazenamento, o ideal é que os ovos fiquem na geladeira, já que o congelador pode ressecar o chocolate e tirar o brilho do ovo de Páscoa. Retire os ovos da geladeira apenas quando for realizar a entrega para evitar o derretimento do chocolate.

Essas dicas parecem simples, mas são primordiais para que você otimize a sua produção, tenha lucros e entregue um ovo de Páscoa extremamente delicioso para os seus clientes. Se você se organizar dessa forma, o seu negócio vai dar muito certo nessa e em outras Páscoas!