Por Que As Forminhas De Cupcake Abrem E Se Soltam?

Na busca de esclarecer grande parte das dúvidas sobre como as forminhas de cupcake e mini cupcake se abrem e se soltam, fizemos uma coletânea das dúvidas que recebemos de vocês, nossos leitores e clientes, para que seja possível entender o que deu de errado na fornada!


Existem diversas teorias para que as forminhas de cupcake se soltem da massa após assados e vamos discutir elas uma a uma. Só lembrando que são teorias e elas podem depender de outros fatores para acontecer.

A absorção de umidade pelas forminhas é uma das principais razões pelas quais as forminhas se abrem. Não pré-aquecer o forno antes de levar os cupcakes para assar causa essa soltura, por exemplo. Quando se leva os cupcakes para assar em forno não pré-aquecido, a forminha vai absorvendo a umidade da massa e conforme o cupcake assa, a forminha seca e se desgruda da massa do bolinho e por isso após assado ela pode se abrir.

Outra massa do cupcake ser úmida demais é da massa ser líquida ou gordurosa demais, pois assim fica mais fácil da forminha absorver a sua umidade e por isso no final pode se soltar. Neste caso o ideal é usar as forminhas ColorCups da Wilton. Elas possuem uma camada interna de papel laminado que impede que a forminha absorva a umidade da massa e ao mesmo, por ser laminado, ele ajuda a massa assar melhor.


O lugar ou como as forminhas são guardadas também é importante. Se as forminhas absorvem umidade mesmo que seja do ambiente elas se abrem e ficar até difícil de encaixar na assadeira de metal. por isso quando for fazer os seus cupcakes e as forminhas de papel estiverem abertas a dica é
usar as dicas aqui do blog de como fazer com que as suas forminhas voltem a ficar em forma.

A substituição de manteiga por margarina também pode fazer com que as forminhas se soltem. O motivo disto é que a composição da manteiga e da margarina são diferentes. A manteiga é uma gordura animal extraída do leite. A margarina é uma gordura vegetal feita através da emulsificação da água com óleos vegetais. Como a margarina é feita com água e óleo ela é mais fácil de ser absorvida pelas forminhas. Até é possível realizar essa substituição de ingredientes na receita tanto de cupcakes quanto de bolos, mas é preciso rever a proporção e interação entre os ingredientes.

É claro que as forminhas absorvem sempre um pouco de umidade da massa de forma inevitável e por isso o resfriamento dos cupcakes nas grades de confeiteiro são também importantes. Nas grades de confeiteiro os cupcakes não ficam em contato direto com nenhuma superfície e por isso ajuda a esfriar mais rapidamente e também a secar as forminhas com o próprio calor da massa e o contato com o ar. Mas se apesar disso as forminhas ainda se soltarem é porque o clima está muito úmido.

A quantidade de massa na forminha também influencia. Imagina que a massa ao assar ela cresce, sobe as paredes da forminha, entrando nas nervuras e com isso segura as laterais da forminha. Se você coloca pouca massa, o cupcake até cresce, mas ele pode não conseguir segurar as laterais da forminha e por isso ela se solta.

A relação conflituosa da forminha do cupcakes com a umidade que tanto falamos acima no final é simples de entender. A forminha é toda cheia de nervuras que ajudam a massa crescer aderindo a ela. Se a forminha absorve umidade, a água tende a ocupar espaço nas fibras do papel, deixando o papel mais flexível, "relaxado as nervuras", se soltando da massa do cupcake.

Para ilustrar basicamente o que acontece com o papel da forminha de cupcake, veja esse vídeo do experimento com papel de canudinho e água que toda a criança adora fazer!