Chá-da-tarde é um costume tradicional inglês e tão marcante quanto a pontualidade inglesa. O chá-da-tarde foi iniciado pela Princesa portuguesa Catarina de Bragança, casada com o Rei britânico Charles II no século XVII. O chá já era vastamente conhecido e usado no oriente, mas acabou sendo descoberto pelo ocidente através das expedições marítimas feitas no oriente. Com o casamento da Catarina e do Charles, foi concedido por Portugal a Inglaterra um dos maiores dotes da história, que incluia colônias, como Bombai e também o uso livre para a Inglaterra de todos os portos portugueses em suas colônias na América, na África e na Ásia. Catarina e Charles II se tornaram adeptos do chá e consequentemente a nobreza também acabou adotando o costume de tomar chá.

Porém foi no século XIX, com Anna, a Duquesa de Bedford, que o costume do chá-da-tarde efetivamente se firmou. Antigamente era normal se ter apenas duas refeições no dia, uma de manhã e outra à noite. A Duquesa costumava reclamar que de fome por volta das 16 horas da tarde, porém o jartar seria servido apenas às 20 horas. Era muito tempo entre as refeições. Foi então que Anna começou a pedir para que lhe fosse servido numa bandeja um chá, com pão, manteiga e bolo em seu aposento. Isso acabou se tornando um hábito para ela e ela começou a convidar suas amigas para lhe acompanhar. Por volta de 1880, o chá-da-tarde se tornou um evento social tão sofisticado que as mulheres trocavam de roupa, colocando vestidos mais arrumados, luvas e chapéu para ir tomar chá na sala de estar de alguém ou recepcionar suas convidadas em sua própria casa, sempre entre às 16 e 17 horas.

Em Londres é possível encontrar diversos estabelecimentos que oferecem o famoso chá-da-tarde e eles são servidos com toda a pompa e circunstância que merecem! Um dos destaques é o chá-da-tarde do The Berkeley Hotel, que apesar se ser tradicional possui um pé nas tendências da moda, com todas as suas delícias inspiradas em peças que são consideradas tendência para a estação.

Assim como as tendências de moda giram em volta das coleções primavera-verão / outono-inverno, o Prêt-à-Portea, como é chamado, o chá também muda os seus doces conforme as coleções com novas criações a cada 6 meses. Confira só algumas coleções!

A H&M produziu um vídeo super bacana mostrando como funciona o Prêt-à-Portea do Hotel The Berkeley! Dá uma olhada:

O preço não é lá muito convidativo, assim como os outros chás-da-tarde mais famosos, mas vale a pena a experiência. O Prêt-à-Portea é servido a partir de £39,00 por pessoa, depois vai para £49,00 ou £55,00 por pessoa incluindo uma taça de champagne. Se quiser matar a curiosidade, você pode dar uma conferida no cardápio!

Do dia 29 de Maio a 9 de Junho de 2012, eles vão realizar a Royal Collection, a edição especial comemorativa em homenagem aos Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II, pelos sessenta anos da sua coroação, que será celebrado no dia 2 de Junho.

Os doces foram inspirados nos mais memoráveis chapéus usados pela realeza, e dentre eles a coroa que foi usada na coroação da Rainha, além de uma casquete que usada pela Princesa Beatrice no casamento real e o chapéu inspirado na folha de maple canadense usado pela Kate Middleton, a Duquesa de Cambridge. Deve ter sido difícil escolher alguns chapéus para essa doce seleção, pois acredita-se que foram usados mais de 5.000 modelos pela realeza desde a coroação da Rainha Elizabeth II.

Crédito das imagens e vídeo: The Berkeley, Google e H&M.