Muita gente deve se perguntar: Afinal de contas, qual é a relacão entre a morte e a ressurreição de Cristo, celebrada pela Páscoa, e os deliciosos ovos de chocolate. Não é?

Para quem é curioso como a gente, pesquisamos um tanto e levantamos a explicação desta relação.

Um pouquinho da história da Páscoa

 

A tradição de presentear com ovos surgiu muito antes do Cristianismo e faz parte da cultura de países tanto do Mediterrâneo, quanto do Leste Europeu e do Oriente.

Em geral, os ovos, ou melhor, as cascas dos ovos de galinha, eram pintados com desenhos que representavam a chegada da primavera. E os coelhos e seus ovinhos de galinha tinham tudo a ver porque eram símbolos de fertilidade.

Logo, a fertilidade também está relacionada à vida e ao renascimento. Então não tardou muito até que os ovos e os coelhos fossem incorporados aos costumes cristãos depois tantas guerras, conquistas e reconquistas de territórios, impérios e por ai vai.

Primeiro, vieram os ovos cravejados de pedras preciosas e ouro ostentados pelos nobres medievais. Mas, com o tempo, os ovos se tornaram mais acessíveis e gostosos!

Os confeiteiros franceses usavam a caça aos ovos, com ovos escondidos pelas ruas e jardins, para apresentar o chocolate. E apresentação feita e diversão garantida, não foi difícil a nova versão cair no gosto de todos! Como não podia deixar de ser…

Afinal, quem resiste a um ovo de chocolate?

.